crônica

SÓ UM TAPINHA

18 de outubro de 2017


Há algum tempo, exercito o que é ser uma mulher de malandro no lava-jato onde levo meu carro a cada três meses, mais ou menos.

A primeira vez que fui, foi a primeira lavagem do meu novo carro branco (eu já sabia que não posso ter um carro preto pois ele só é lindo quando limpo, e o prata estava em falta, tinha que esperar sessenta dias). O dono do lava-jato, que suspeitei ser o dono pois era o único que não vestia um uniforme azul, me recepcionou desta maneira: – Esse sim está sujo! Você nunca lavou esse carro não?

Eu tinha acabado de voltar do interior de São Paulo, onde a lama e a terra roxa pintaram o carro com crostas do capô às rodas, e eu confesso que nem queria lavar, porque me causa um certo orgulho possuir um 4×4 de fato usado como um 4×4 na lama, eu fico me achando a aventureira. Meus filhos acham que somos da família Peppa.

Mas o dono do lava-jato, que não sei por que cargas d’água julga pessoas com o carro imundo, continua na hora da entrega: – Olha, eu devia cobrar 30 reais a mais porque foi muita sujeira. Eu falei: – Cobra. Ele cobrou mesmo.

Jurei nunca mais voltar naquele lava-jato. Mas acontece que lavar o carro é uma atitude tão desprezível, tão de desespero, eu só vou quando a sujeira de dentro (a de fora nem me incomodo) vira um nojo. Tipo hoje, quando eu olhei para o lugar do porta-copos e vi um bichinho.

– Chegou a moça do carro sujo.

– Tudo bem com o senhor?

Ele nunca me respondeu nada com afeto. Foi abrindo o porta-malas, reclamando que porta-malas automáticos são uma porcaria, “principalmente o dessa marca”. Desci do carro para ajudá-lo, o porta-malas abriu.

– Meu deus do céu…

– É do pneu da bicicleta.

– Nunca ouviu falar de suporte pra bicicleta, não?

Juro.

– Em quanto tempo fica pronto?

– O seu carro?? Umas duas horas.

– Tá bom, eu vou almoçar e volto.

– Eu vou cobrar uns vinte a mais, viu?

Estou aqui na padaria enumerando porque diabos eu aguento essas coisas: É perto da minha casa. Sempre está vazio. O carro fica impecável. Justifica?

 

 

3
Vaca

Autor

Moo

Comentários (2)

  • novembro 8, 2017 by Ana Cá Pops Sense

    Ana Cá Pops Sense

    Ai ai…. Joga no google maps se tem outro perto… Pq acho q não justifica não.
    Mas se não tiver nenhum perto, vai no grupo DOTs ou Feministrampos do facebook e joga la q vc mora em tal lugar e paga tanto pra lavarem o carro. As vezes tem uma feminista q faz isso.
    Tem até mulheres q oferecem organizar nosso guarda-roupas…. Não tenho uma opinião sobre isso, mas o trampo existe….

    Amando sua pagina. De um humor LINDO <3

    • Vaca

      novembro 8, 2017 by Vaca

      Vaca

      Ah, as feministas. O que seria de nós sem elas. 🙂 Muito obrigada, linda.

Seu e-mail não será publicado.