crônica

RECADINHO

6 de novembro de 2017


Olá,

Hoje o meu recadinho, o meu bom recadinho, vai para você, eu mesmo, eu que sou um sedentário, um fumante no século XXI, e que recentemente ainda adquiriu um novo vício: a cerveja bem gelada.

Agora, você acha que chegamos rápido no mês de novembro. Sabe o que isso significa? Que você está ficando velho. Um velho que não clica num link do Nexo. Só lê até o cabeçalho, preguiçoso. Janeiro já está aí na porta, jogando nessa sua cara que não vai dar tempo de você mudar o que você falou que ia mudar. Você não cumpre nada. Aliás, você só coleciona fracassos em sua vida. Você tem celulites nas costas. E agora, essa barriga de cerveja bem vagabunda que você toma, de supermercado.

E a carteira vencida desde maio? Carregando teus filhos no carro sem documento. Você falou que ia montar um orçamento anual? Cadê? Um simples documento em Excel que você não sabe mexer direito até hoje, com as principais contas do mês, até um macaco tem. Mas você não, né, como diria aquele taxista em Nova Iorque, você não sabe que dia é hoje? Multiplicar de cabeça 22 x 11? Não consegue. E onde está a sua chave? A chave de casa, a chave do carro, usa pouco! O seu celular sempre sem bateria porque não carregou. Agora tem revisão do carro, não sabe dizer quantos quilômetros, se é 20mil, se é trinta. Tem que passar hoje na gráfica, imprimir os bonecos, mas não saiu de casa. Que horas é o curso? 19 horas. Vai dar tempo?

Fique com a sua mediocridade, Alberto.

1
Vaca

Autor

Moo

Seu e-mail não será publicado.