crônica / diálogo

A HISTÓRIA DA MÃE VINGADORA

16 de maio de 2017

 

Deixa eu te falar uma coisa, foi a mãe dele que falou que ela tem medo de falar contigo, essa frase é dela. Ou você pensa que não tem influência o que uma mãe acha. Ainda mais a Vingadora, imagina. Você não conhece a história da Vingadora?

Essa vaca foi mochada sem anestesia. Enfiaram uma faca na cabeça da Vingadora, pá, sem nada, mas a bicha só me foi desmaiar na segunda facada; teve força pra tentar escapar, a filha da puta, só que eram todos os homens agarrando a Vingadora com força, fizeram outro buraco na sua cabeça, aí a vaca desmaia. Só assim que eles arrancaram o primeiro chifre da vingadora, e único, veja bem, no intervalo, como que os homens ensanguentados pararam pra tomar uma pinga pra descansar o sufoco daquela mochação, a Vingadora levantou do chão.

Por deus do céu, ela se levantou, ensanguentada, se equilibrou sob todo aquele peso da Vingadora, imagina a Vingadora daquela época, só dois homens viram ela se levantar. – Levantou a vaca. Um avisou os outros homens que ainda não tinham visto, foi no que eles olharam a Vingadora correndo em câmera lenta, nem deu tempo de nada, só a Vingadora, moribunda, atacando os cornos de cada um. Um homem morreu.

Eu sei que é difícil de acreditar pra quem não viu, eu só estou te contando isso por causa do que você falou, que ele te falou aquilo, foi a Vingadora que falou aquilo, Junior.

Mas você acha que ela ia deixar barato? Você casar com o filhinho da Vingadora? Você, um cara, o filhinho da Vingadora é bicha e a culpa é sua. Você tirou o filhinho da Vingadora da casa dela. E do armário também.

Quer um exemplo nada a ver, mas que tem a ver porque eu também sou mãe. Eu encontrei com a Josy, outro dia na praça. A Josy, ex babá das crianças que eu mandei embora por whatsapp. Junior, assim que a Josy avistou as crianças, ela teve uma reação, tipo um filme, foi e abriu os braços, eu tava vendo a cena, meus filhos correndo pros braços da Josy, que saudade! Nada. Os dois grudaram foi na minha perna. Ela ficou no vácuo com cara de cu, eu sou a mãe, Junior.

Você já leu Freud? Toda relação é ambivalente menos a da mãe com o seu filho homem. É só isso que você precisa ler. Você tem que conquistar a Vingadora, Junior. Tem que.

Eu sei, eu te entendo, até comigo que sou parente e tudo ela é muito difícil, e você nem é daqui e a Vingadora odeia gente da cidade… Eu sei, Junior, eu sei. Mas você tem que. Senão ela vai colocar palavras na boca dele, que você é muito difícil, veja como ela fala sobre o que ela é, que ela tem medo de falar com você… Porque eu ouvi ela falando isso de você lá no salão, por isso que eu sei que foi ela que falou. E ainda me lembro, porque na hora que ela disse eu achei engraçado, a Vingadora lá tem medo de alguém, Junior? De você ainda por cima?

Desculpa. Você não é a única vítima, ela se acha a vaca que atacou uma dezena de homens sangrando com um buraco sem anestesia na cabeça…

Junior, sabe uma coisa que a Vingadora adora? Bolo de laranja. É sério, a dona Maria que conta, isso é segredo hein, ela contou pro meu tio esse troço, que ela conquistou a Vingadora pelo estômago. Bolo. Um bolo de laranja bem feito fez com que a Vingadora puxasse um assunto! com a dona Maria e elas ficaram amigas desde então.

Mas você não pode aprender a fazer um bolo? Olha no youtube, cara, tem um monte de receita passo a passo. Ah, Junior, então lê um livrinho do Prem Baba e aprende a perdoar a Vingadora, porque olha, a Vingadora sofreu, como eu te contei, e você é o namorado do filho dela que é gay com quem agora ele disse que vai casar, pensa.

Não, não se preocupa, a Vingadora não faz macumba… Por quê, você faz macumba?

Então pede pro santo te ensinar a fazer um bolo de laranja.

1
Vaca

Autor

Moo

Seu e-mail não será publicado.